Amor e bondade

315/365 – 11 de novembro de 2015*

315religiao

Diz a máxima que religião não se discute. E eu concordo.

Discutir religião será sempre um tipo de conversa a fim de dizer que uma é melhor que a outra por causa de… (complete com o que quiser).

Eu tenho uma religião, a católica, mas à medida que vou amadurecendo percebo o quanto isso só importa a mim. Ela faz sentido para mim.

Agora uma certeza eu tenho. Só existe de verdade uma única religião. Que todos deveriam praticar e seguir. A religião que prega o amor e a bondade. Apenas isso. O amor e a bondade.

Todo o resto é coadjuvante. Um Deus ou não. Santos ou não. Espíritos que reencarnam ou não. Tudo isso vem dentro do amor e da bondade. Que consigo traz o respeito, a paz, a civilidade e tudo o que há de bom.

Dalai Lama diz que  a religião dele é muito simples. Que a religião dele é a gentileza.

E eu faço o que?

Concordo lindamente com essa definição de amor e bondade.

Dalai Lama é o cara!

Deleite-se!

Fonte da imagem: acervo pessoal.

* este texto faz parte do meu Projeto 365, que em 2015 foi baseado no livro 365 Dias Extraordinários {O Livro de Preceitos do Sr. Browne}, de R. J. Palacio. Os textos são pensamentos aleatórios, inspirados nas frases do livro, uma para cada dia do ano. E que resolvi compartilhar com vocês agora, em 2016, pois senti muita saudade de blogar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Projeto 365. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s