Cedendo lugar

257/365 – 14 de setembro de 2015*

rejeicao

A verdade é que ser rejeitado dói. Ninguém deseja isso para a própria vida, mas ainda assim eu acredito que se a rejeição acontece é por que algo precisa mudar. Que ela abre portas para o novo, ou para você enxergar algo de outra forma.

Se ela acontecer em sua vida, tome o tempo necessário do sofrimento, mas não deixe de tirar o que há de bom. Sempre há algo de bom em algo que morre, pois esse é o único meio de ceder o lugar.

Deleite-se!

Fonte da imagem: acervo pessoal – um banco poético do Parque del Amor em Miraflores, Lima.

* este texto faz parte do meu Projeto 365, que em 2015 foi baseado no livro 365 Dias Extraordinários {O Livro de Preceitos do Sr. Browne}, de R. J. Palacio. Os textos são pensamentos aleatórios, inspirados nas frases do livro, uma para cada dia do ano. E que resolvi compartilhar com vocês agora, em 2016, pois senti muita saudade de blogar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Projeto 365. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s