Alma de escritor

216/365 – 4 de agosto de 2015*

  
“Sou parte de tudo que conheci.”

Sou daquelas que fala pelos cotovelos, que sempre se lembra de uma história ao ouvir outra história.

Acho que esse hábito no fundo é porque eu me sinta realmente parte das coisas que conheci, e pelo grande desejo de contar algo.

A alma de um escritor está sempre a fazer conexões com o que ele viveu, ouviu ou imaginou. Todo escritor é no fundo um contador de histórias. E assim me classifico.

Deleite-se!

Fonte da imagem: acervo pessoal – eu, que sou metade escritora e toda a outra metade comporta o restante.

* este texto faz parte do meu Projeto 365, que em 2015 foi baseado no livro 365 Dias Extraordinários {O Livro de Preceitos do Sr. Browne}, de R. J. Palacio. Os textos são pensamentos aleatórios, inspirados nas frases do livro, uma para cada dia do ano. E que resolvi compartilhar com vocês agora, em 2016, pois senti muita saudade de blogar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Projeto 365. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s