Identidade e beleza

44/365 – 13 de fevereiro de 2015*

nuca

Ano passado eu cortei meu cabelo bem curto. Um dos motivos foi que eu estava enjoada de cabelo comprido, outro que eu andava morrendo de calor e outro, mas não menos importante, eu estava me sentindo feia e sem identidade. Parece bobagem dizer isso, mas com o passar do tempo vi uma certa necessidade de assumir uma identidade nova, uma característica, uma forma de me identificarem. Enfim, cortei e não me arrependo e me senti muito mais bonita e interessante.

Deleite-se!

Nota de 2016: é importante nos aceitarmos como somos, e as mudanças muitas vezes fazem parte desta aceitação. Nunca, nunca, nunquinha mude por causa dos outros. Mude somente por você.

Fonte da imagem: acervo pessoal (do primeiro corte, em dezembro de 2014).

* este texto faz parte do meu Projeto 365, que em 2015 foi baseado no livro 365 Dias Extraordinários {O Livro de Preceitos do Sr. Browne}, de R. J. Palacio. Os textos são pensamentos aleatórios, inspirados nas frases do livro, uma para cada dia do ano. E que resolvi compartilhar com vocês agora, em 2016, pois senti muita saudade de blogar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Projeto 365. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s