Algumas sombras

13/365 – 13 de janeiro de 2015*

sombra

Eu não tenho medo de acessar minhas sombras, pelo contrário, desconfio que gosto de brincar com elas. Como uma criança brinca de fazer imagens e projetar sombras. Só que é o mesmo que brincar com fogo, você pode sair apenas com os dedos pretos de fumaça, como quando eu fazia ainda menina na ocasião de ter uma vela acesa, passava o dedo rapidamente pela chama e gostava da sensação de quase queimar. Neste caso, um quase que fazia muita diferença. E assim nunca me queimei.

E não pense que acesso minhas sombras para me queimar, mas não deixo de encará-las quando elas aparecem, mesmo que sob uma aura de fogo fraquinho, vou lá e vejo o que ela tem a me dizer, na certeza de que a sombra só é um precedente de um lindo dia de sol, ou apenas dia.

Deleite-se!

Um ano depois de escrever este texto eu percebo o quanto foi importante não ter medo das minhas sombras.

Fonte da imagem: Flickr – licença Creative Commons.

* este texto faz parte do meu Projeto 365, que em 2015 foi baseado no livro 365 Dias Extraordinários {O Livro de Preceitos do Sr. Browne}, de R. J. Palacio. Os textos são pensamentos aleatórios, inspirados nas frases do livro, uma para cada dia do ano. E que resolvi compartilhar com vocês agora, em 2016, pois senti muita saudade de blogar.

Anúncios
Esse post foi publicado em Projeto 365. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s