Seres literais

2/365 – dia 2 de janeiro de 2015

Eu gosto da companhia das crianças. E tentando fugir do clichê que fala da pureza e sinceridade delas, eu digo que gosto da simplicidade delas verem o mundo. Com aquele jeito sempre tão literal, que nos fazem até mesmo rescrever o que pensamos falar.

Se você diz que está morrendo de fome, bem capaz que ela acredite e até pergunte como é sentir que está prestes a morrer.

Assim, nós adultos vamos aprendendo a rescrever nossas visões de mundo e a avaliar nossos sentimentos, simplificando também.

Outra coisa que me encanta nas crianças é sua fonte inesgotável de curiosidade. E a possibilidade que temos de ir preenchendo aquele HD zerado que elas carregam, com explicações das mais simples, até dúvidas existenciais que nós nunca paramos pra pensar no que se trata de verdade.

Adultos, temos muito o que aprender com os olhos curiosos e brilhantes das crianças. Fiquem atentos para reescrever histórias e acabar com os preconceitos.

O que penso deste texto hoje? – que amo ainda mais as crianças e que em 2015 eu tive ótimas chances de observá-las. E aprender com elas.

Deleite-se!

Quer saber mais sobre o projeto? Clique aqui.

Anúncios
Esse post foi publicado em Projeto 365. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s