Pequenos deleites de agosto

Agosto foi um mês especial, de recomeço interno e externo. Sabe aquele bolo que estava no forno? Sinto o cheiro dele quase assado. Logo será hora de tirá-lo e degustá-lo, mas principalmente de partilhar os melhores pedaços com pessoas escolhidas a dedo.

Agosto trouxe uma rotina caótica em minha vida. Transporte público, trânsito, problemas com metrôs e trens, mas trouxe também a possibilidade de poder ler meus livros, de poder mergulhar no universo de milhares de combinações de letras, que juntas criam minhas viagens, enquanto o caos passa lá fora.

Agosto fez com que eu rearranjasse minha vida doméstica, deixando para o sábado o mais pesado da casa, e por outro lado me mostrou que posso fazer o jantar mesmo depois de duas horas no trânsito, basta ter organização, saber o que será feito e simplificar. E a faxina também foi simplificada. Não deu pra fazer tudo em três horas? Fica pra depois. Sem culpa. Bora curtir o descanso merecido.

Em agosto eu descobri o que é amar o local de trabalho. O que é estar num ambiente com pessoas motivadas e felizes. E nesse barco eu vou sem medo.

E com vocês, os deleites de agosto (demorou, mas o post saiu) – clique nas imagens para ampliar:

Colagem_213a216

213: comecei o mês num pique daqueles! As rosas são pra alegrar ainda mais. Lindezas.

214: e quando as gordices são feitas em casa??? Eu piro!

215: aproveitei as horas que a mamãe dele ficou fora pra fazer muuuuuuito cafuné, muito carinho, muito chamego… Esse cão vicia… Lindinho!

216: minha estratégia é ir a pé e trazer apenas o que consigo carregar. Quase sempre o que trago dá certinho pra semana e não compro nada por impulso. E não se enganem pelo tamanho das sacolas, que tinham cerca de 8kg em produtos…

Colagem_217a220

217: a lua vem dando um show ultimamente, coisa mais linda.

218: amo fazer meu próprio molho de tomate, não abro mão.

219: e viva a estação do morangoooo.

220: quase beijei a vendedora. Mas quer ouvir algo triste? Eu poderia voltar e levar mais uns três pares, mas quem disse que encontro sapatilha que me caiba? É sempre uma tortura, a 36 fica apertada e a 37 larga… Buaaaaaaa. Esses pés finos só me dão trabalho… Buaaaaaaa…

Colagem_221a224

221: Ah como esse meu marido gosta de uma comprinha, viu? Rsrs.

222: redes sociais bombando com as declarações de melhor pai do mundo, e nessa matemática do amor, de todos terem o melhor pai do mundo, eu elejo os filhos, como os mais corujas do mundo. E eu sou uma, com muito orgulho. FELIZ DIA DOS PAIS MEUS QUERIDOS, continuem se empenhando em serem os melhores aos seus filhos. Pai, te amo pra sempre, você é o melhor pai do mundo.

223: dia repleto de luz, pela manhã um belo sol, a noite com uma linda luz do luar. Nada mau esse recomeço.

224: esse lugar me inspira coisas muito boas.

Colagem_225a228

225: Uau! Que dia gelado, que caos, que chuva, que trânsito. E ainda tive pique pra fazer uma sopa deliciosa… Eu sou a mina!!!

226: amando meu novo local de trabalho, AMANDO!

227: e pra comemorar a semana abençoada, uma cervejinha com as novas colegas.

228: fora a companhia maravilhosa de amigos queridos e uns 378 pedaços de pizza.

Colagem_229a232

229: depois que visto a roupa da personagem fotógrafa, preciso controlar os cliques!

230: cada dia descubro um canto novo e encantador por aqui…

231: que reviravoltaaaaaaaaaaa… Não consigo largar… O “censurado” foi necessário, senão entregaria coisas demais para vocês…

232: das vantagens de ter uma editora no grupo que trabalho, e dessa editora ter centenas de títulos de culinária… to no céu!

Colagem_233a236

233: meulivroquenaoconsigoparardeler agradece

234: acho tão divertido essa coisa de usar estampas de insetos… rsrs.

235: e de um marido muito beijoqueiro, que ama beijinhos.

236: regado com algumas gulodices, como pão de queijo com creme de amendoim.

Colagem_236Ba239

236b: que essa temporada demore bastante pra acabar.

237: como é bom quando alguém cozinha pra gente (suspiros).

238: pensamento de usuária do transporte público, eu. Mas ainda é pouco, quero ver essa cidade com Metrô para todos os lados. #oremos.

239: céu aberto assim em pleno inverno é sinal de vento muito gelado… delíciaaaaaa.

Colagem_240a243

240: o bom de sempre fazer o jantar é poder abrir exceção pra uma gordice na semana.

241: fiquei chocada com essa descoberta. Tantos e tantos anos apanhando do hashi e o segredo era esse?!?!?! Consegui pegar até essas cebolinhas minúsculas…

242: essa minha irmã vale ouro. E nem falo pelo presente… Ela é demais, sempre.

243: tem jeito melhor de encerrar um mês? Amo ser tia, inclusive do canino…

Até o próximo mês (que já passou inclusive!).

Deleite-se!

Anúncios
Esse post foi publicado em Projeto 365. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s