Como vai você?

Hoje tem crepe de chocolate com nozes e morangos.

O que você geralmente responde quando escuta essa pergunta? Como vai você?

Por favor, não me diga que é do grupo do “ah tô indo” – e nada mais. Não, não seja tão desanimada assim. Tirando acontecimentos trágicos óbvios e recentes, tipo morte ou doença grave eu não acho que essa resposta caiba em nenhuma outra ocasião. E olhe lá, porque conheço pessoas que passaram por acontecimentos trágicos e nunca me deram uma resposta “tô indo”, apesar até da minha falta de jeito de perguntar “como vai você?” nessas horas.

Mesmo com as chatices do dia-a-dia, como um filho ou alguém doente (você também conta), bronca do chefe, péssimo emprego, traição do namorado, grana curta, nada justifica tamanha falta de otimismo. Porque quem segue a vida no “tô indo” na verdade está dizendo que além de não ver nada de bom lá na frente, também não está disposta a começar, está simplesmente no piloto automático, e eu não consigo imaginar uma vida feliz assim, sem tesão por nada.

Aí tem os “tô indo” porque estão jogando a felicidade na mão de terceiros! Oi? Deixar pra ser feliz quando comprar o carro do ano? Quando ganhar um aumento? Quando casar? Quando aquele mala parar de te irritar? Nem a pau juvenal, pra ser feliz não é preciso muito. Hoje por exemplo eu posso dizer que fiquei feliz por acordar disposta (depois de um sábado de muita andança no sol), e depois de muito trabalho ver a casa limpinha e cheirosa. Fui comemorar tomando um sol. Fazendo algo bobo lembrei do último final de semana em família. Aí com tanta empolgação me meti a fazer um pudim de leite condensado (doce que mando bem!). Jantei gostosinho com meu marido… enfim, pequenas coisas que na hora costumamos nem nos dar conta do prazer, mas se não fossem elas, aquela resposta atravessada do marido, o montão de roupa pra passar, a grosseria do chefe, a dor nas costas, tudo isso me tiraria do eixo, me impedindo de valorizar aquilo que realmente é gostoso pra mim.

Não precisa se perguntar se eu sofro da síndrome de Pollyanna (a garotinha do conto infanto-juvenil que estava sempre feliz, independente da situação), porque eu tenho um lado negro que me tira do eixo às vezes, me deixa desanimada, com raiva, angustiada. Normal! Porém eu sempre tentarei ser intensa, seja vivenciando as pequenas ou grandes alegrias de um dia, ou as tristezas mais profundas, pois elas passam pra quem acredita na força de viver e valoriza a vida.

Não se acomode a responder sempre “tô indo”, responda que está bem (se estiver), que está mal (se estiver), que isso ou aquilo, mas nunca responda que sua vida está no piloto automático, simplesmente indo. E se estiver indo, eu te pergunto: pra onde? Desânimo atrai desânimo e pode te levar pra um lugar que você nunca quis estar, mas deixou seguir sem fazer nada. E a vida é sua.

E caso esteja vivendo um vício de tô indo, uma receita doce e linda pra te alegrar. Ânimo minha filha!!!

Crepe de Chocolate com Nozes e Morangos

Ingredientes da massa: 1 ovo – 1 xícara (chá) de farinha de trigo – 1 1/2 xícara (chá) de leite – 2 colheres (sopa) de óleo – 1/2 colher (chá) de sal.

Modo de fazer: no liquidificador, bata todos os ingredientes. Certifique-se de que não ficou farinha de trigo grudada na parede do copo do liquidificador. Unte com manteiga uma frigideira antiaderente. Retire o excesso de manteiga com um papel-toalha. Leve ao fogo médio. Quando esquentar, coloque uma concha de massa e faça um movimento circular para que todo o fundo seja coberto (igual fazer panqueca). Com uma espátula, levante a pontinha da crepe para ver se está dourada. Quando estiver, vire de lado e deixe dourar o outro lado. Retire a panqueca da frigideira e coloque-a num prato. Repita esta operação até acabar a massa.

Ingredientes do recheio: 180 grs (1 tablete) de chocolate meio amargo – 1 colher (sopa) de manteiga – 1 copo (americano) de creme de leite fresco – 1 colher (sopa) de açúcar – 1/2 xícara (chá) de nozes – morangos cortados.

Modo de fazer: pique o chocolate grosseiramente e as nozes em pedacinhos. Numa panela, coloque todos os ingredientes, exceto as nozes e os morangos. Leve a panela ao fogo baixo e mexa até obter uma mistura homogênea. Quando ferver, deixe por 2 minutos e desligue.

Montando as crepes: disponha uma crepe num prato. Coloque uma colher (sopa) cheia de recheio no centro da crepe. Espalhe com a colher. Dobre a crepe em quatro (dobre ao meio e ao meio novamente). Repita esta operação com todas as crepes. Coloque um pouco do recheio de chocolate sobre as crepes e polvilhe com as nozes picadas e os morangos.

Fonte: Panelinha (eu acrescentei os morangos e fiz no dia dos namorados = sucessooo).

Deleite-se!

Anúncios
Esse post foi publicado em Ânimo, Receitas de Sobremesa e marcado , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Como vai você?

  1. Amanda disse:

    Parabéns!!!
    Adoro ler seu blog, Tati. Cada vez mais interessante, de verdade!!!

  2. Pingback: Conquistando pelo estômago! | Deleite da Vida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s