Aonde você vai com tanta pressa?

Esses dias eu vi na TV que “vivemos a era do superficial”. Mas também com tanta pressa fica impossível curtir profundamente qualquer coisa que seja. Então vou me permitir umas reflexões sobre a pressa.

Você já teve vontade de chutar quem está na sua frente na fila do metrô só pra passar na frente e pegar “aquele” trem? E não adianta dizer que está atrasado, pois o máximo que vai ganhar são 2 ou 3 minutos e um dia inteiro de mal humor. O mesmo serve para os nervosinhos dos carros.

Percebe também que está com pressa quando vai ao banheiro, super-hiper apertada e mesmo assim deixa cair umas poucas gotinhas, já se limpa, lava as mãos e volta correndo, geralmente pro computador. Pra trabalhar? Não! Muitas vezes aproveita o tempinho do xixi pra dar uma passada rápida pelo Facebook, Twitter e Gmail. Sabe o que você ganha com 30 segundos que não teve paciência de esperar a urina descer tranquilamente e total? Uma bela infecção que vai te fazer lembrar de cada gota, agora dolorida demais pra sair.

Até os médicos hoje em dia parecem tomados por uma pressa sem tamanho. Eu me lembro bem de minha mãe falar que os bebês nascem entre 38 e 42 semanas de gestação, porém o que vemos hoje são bebês sendo retirados por cesárea com cerca de 37 semanas! Sem nem terem dado qualquer sinal de estarem prontos. Pressa até para nascer? É isso mesmo?

Falando ainda do mundo de bebês & cia. temos os pais modernos. Esperar 4 meses para fazer um ultrassom e descobrir o sexo?!?!?! Ou “pior” esperar 42 semanas para descobrir o sexo no parto?!?!?! Nem pensar!!! A moda agora é fazer um exame de sangue e já descobrir o sexo com poucas semanas de gestação. E eu tenho certeza que o futuro disso é fazer bebês sob encomenda em laboratório.

Desculpem os modernos, mas eu sou do grupo à moda antiga sabe? Com essa coisa de cozinhar eu não fico procurando panelas elétricas pra fazer arroz, grill que facilitem a fritada do bife ou cafeteiras cujo café já vem em potinhos. Não digo que não os terei ou usarei, mas sinceramente não fazem a minha cabeça. Não vejo perda de tempo em preparar um arroz naquela panelinha velha, fritar um bife numa chapa ou frigideira comum mesmo, tampouco perder 5 minutos pra passar um café fresquinho. Chato mesmo é lavar a louça depois.

Se eu tenho pressa? Sim, pra caramba! Já me cortei e me queimei muito na cozinha por causa da pressa, já deixei a mesma imunda, com farinha até o teto para terminar um nhoque e ir correndo assistir meu programa de TV favorito. Mas venho me questionando com frequência sobre aonde estou indo com tanta pressa. Se ela é necessária ou só me faz viver as coisas de forma superficial? Se realmente preciso dar uma busca no Google pra cada dúvida que tenho ou se devo descobrir sozinha, naturalmente? Preciso realmente estar ligada em tudo que acontece ou devo sentar no sofá e me permitir não fazer nada?

Eu acho que já sei a minha resposta, mas como o post fala de pressa eu vou sugerir um lanche rápido que você faz em grande estilo, mas sem pressa, mesmo que esteja apressado! Entendeu ou estava com pressa demais pra ler devagar?

Snack delícia

Neste caso ele foi feito com pão integral, tomate, queijos e rúcula.

Como fazer? Fácil e rápido. Na verdade eu acho que serve mais como inspiração pra sair do tradicional misto quente ou frio quando precisar comer um lanche rápido. Eu usei fatias de pão de forma integral (com o pão comum não fica delicioso), com uma rodela de tomate, salpicado com os queijos que você tiver na geladeira – na minha sempre tem uns restinhos por causa das quiches – neste caso usei um pouco de parmesão e de gorgonzola. Tempera com um pouco de sal (sal grosso deixa bem interessante também), pimenta do reino moída na hora e bastante azeite. Leva ao forno e espera o pão virar uma torradinha e o queijo derreter. Finaliza com umas folhas de rúcula e mais um pouco de azeite.

Bem fácil né? E sem pressa nenhuma. Ahh se tiver um pouco de alecrim coloca também, pois sua cozinha vai ficar com um cheirinho delicioso enquanto esquenta o pão.

Deleite-se!

Anúncios
Esse post foi publicado em Desabafos, Receitas Rápidas e Lanches. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Aonde você vai com tanta pressa?

  1. Thais Fernandes disse:

    Tati, realmente vivemos um momento de total correria… a gente corre para chegar ao trabalho, depois corre para sair, depois corre para ir para o curso, depois corre do curso…rsrs… não está fácil encontrar um equilíbrio, se a gente decide dormir um pouquinho mais, fica com aquela sensação que está perdendo tempo, que deixou de fazer muitas coisas enquanto descansava, mas descansar é importantíssimo… pq se privar disso ou depois se sentir culpada. Assim nem vai valer o descanso. Temos muito a pensar sobre essas questões que você indicou, a correria frenética nos impede de sentir, ver e vivenciar as pequenas coisas da vida, e depois que passou, tem muita coisa que não volta mais, infelizmente :(

  2. Bianca disse:

    Hummm, adorei a receita, super prática pra fazer antes de ir pra aula..sempre com pressa ou atrasada como você comentou no texto.
    Mas acredito que estou buscando o equilíbrio e só de sair de São Paulo, creio q a minha pressa diminuiu uns 50%. o Yoga está ajudando bastante também.
    A pressa é a falta da consciencia nos seus atos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s