Meus pequenos

Se tem uma coisa que me fascina é o universo das crianças. Nem acho que eu seja aquela pessoa que leva o maior jeito com os pequenos, que senta pra brincar, contar história, fazer palhaçada e tudo mais, mas eu gosto muito de observar as crianças, principalmente a maneira delas raciocinarem. Adoro mexer com o imaginário delas e fico pasma com a inocência de se entregarem totalmente a uma fantasia. Acho que a criança é um ser extremamente inteligente – quando penso que estou ensinando, na verdade aprendo mais.

Crianças num mundo de descobertas com o Escher

Já deu pra perceber que estou numa fase que não posso ver um olhinho brilhando, curioso, cheio de vida, de inocência que me derreto toda né? Aqui onde moro atualmente eu não convivo com nenhuma criança, então sinto muita saudade dos meus pequenos, que aliás já nem são tão pequenos assim, mas fazem uma falta danada. A criança alegra a vida e torna tudo mais leve com suas perguntas óbvias para um adulto, mas que abrem um mundo de possibilidades na cabeça delas.

O mundo das crianças é lindo e divertido, mas sabe que me enche de medo do futuro? Esses dias eu vi um trecho de uma matéria na revista Claudia que falava que os pais não devem evitar que seus filhos sofram frustrações, pois é assim que estarão preparados para as adversidades da vida adulta, que chegam a ser cruéis e violentas. Não poderiam estar mais certos não é mesmo? Vivemos um mundo de valores distorcidos, onde a beleza, o dinheiro e o status social estão acima das competências e do merecimento para conseguir as coisas. Alguns pais não têm consciência do que exatamente é ser espelho para seus filhos. Eles não percebem quando falam de algum amiguinho se referindo a expressões como: “aquele gordinho”, “aquelo magricelo”, “ahh aquele orelhudo”, “ahh aquele negrinho”… e por aí vão enchendo a cabeça das crianças com estereótipos e rótulos de que o mundo se divide entre bonito e feio (segundo a visão preconceituosa deles). Sobre a violência eu acredito que o grande desafio seja preparar as crianças sem as acovardar diante da violência que tende a crescer cada vez mais, o que não deve ser nada fácil, afinal qual pai e mãe pode sequer imaginar seu filho sendo vítima de qualquer violência que seja?

Um dia eu quero ter meus filhos e descobrir esse amor incondicional por uma pessoa que é parte de você ou do seu coração, mas enquanto isso não acontece vou curtindo os filhos dos outros, sem obrigação nenhuma, mas apenas me encantando com suas descobertas. Tentando não morrer de medo do que o futuro reserva para os meus meninos.

Tudo é farra, tudo é festa pra eles.

Para rir um pouquinho – pérola do G : “O G estava naquela fase que tudo o que está escrito ele quer tentar ler, pegou um copo dos Smilinguidos (com frases cristãs) que estava escrito ‘Jesus Vive’, minha irmã perguntou pra ele ‘Aonde ele vive?’ Resposta: No Brasil”.

É ou não é pra amar de montão essas coisinhas?

E para todos os gatinhos e gatinhas da Tati uma deliciosa receita de pizza.

Pizza (receita do Olivier Anquier)

Ingredientes da massa: 1 kg de farinha de trigo peneirada – 500 ml de leite integral – 30 g de fermento biológico – 110 ml de óleo de milho (ou de girassol) – 2 colheres (sopa) rasas de sal – 1 colher (sopa) rasa de açúcar (ajuda a massa a ficar mais crocante e dourada)

Modo de fazer a massa: Dissolva o fermento no leite morno; em uma vasilha grande, misture a farinha com o leite fermentado; coloque o óleo e amasse com as mãos (o calor das mãos ajuda na fermentação da massa); misture sal e açúcar e trabalhe a massa; transporte-a para uma mesa ou superfície lisa, polvilhada com farinha. Trabalhe bem a massa, amassando-a constantemente e batendo-a na mesa (quanto mais se trabalha a massa, mais leveza ela adquire); quando a massa não grudar mais nas mãos, é porque já está no ponto certo; deixe a massa descansar numa vasilha grande por cerca de 3 horas, fazendo um corte (uma fenda) no seu centro para que ela “oxigene”. Cubra com um pano seco e mantenha a vasilha num local livre de correntes de ar, em temperatura ambiente; após descansar, divida a massa em 6 bolas (porções); em uma superfície enfarinhada, achate a massa com as mãos e abra o disco de pizza com o auxílio de um rolo; coloque o disco numa assadeira e leve ao forno bem alto (previamente aquecido), se possível a 380ºC, por cerca de 10 a 15 minutos. Para forno doméstico, pré-aqueça a 250ºC e asse por cerca de 20 a 30 minutos (depende muito do forno; tem que ficar de olho, quando perceber que assou e está levemente dourada, pode retirar).

Calabresa: passe o molho de tomate na massa assada (não muito, coloque no centro uma ou duas colheres e espalhe pela pizza – deixando bordas), coloque calabresa fatiada (fatias finas) e leve ao forno por cerca de 10 minutos ou até perceber que a calabresa está assada. Acrescente cebola em rodelas e azeitonas e leve novamente ao forno por mais 2 minutos ou até a cebola murchar.

Marguerita: passe o molho de tomate na massa assada (não muito, coloque no centro uma ou duas colheres e espalhe pela pizza – deixando bordas), coloque queijo muçarela fatiado (de preferência finas fatias) e leve ao forno até o queijo derreter (uns 3 minutos). Salpique com bastante manjericão e um fio de azeite – se quiser acrescente azeitonas.

Dica: A massa rende 6 discos grandes (dá pra reduzir tranquilamente a receita, basta fazer umas continhas dividindo tudo, nós aqui em casa fazemos sempre 1/3 da receita e dá super certo).

Tem coisa melhor do que uma pizza meio a meio?

Deleite-se!

Anúncios
Esse post foi publicado em Crianças, Receitas de Pizza. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Meus pequenos

  1. Yesica disse:

    mmmm Tati gostei da cara dessa pizza, vou tentar qualquer dia desses….Parabens pelo seu blog e pelas otimas receitas e dicas que voce posta para amadoras na cozinha com EU!!! RS.

    Beijo!

    Ass: Yesica A. Silva Rosa

    • Yesi!!! Sabe que o objetivo acaba sendo esse mesmo, trocar figurinha, pq não tenho pretensão de colocar receitas com altas técnicas gastronômicas, até mesmo pq eu não sei, então sei la, eu acho que acabo me esforçando mais e fico feliz em inspirar você!!! Quando fizer algo vamos trocar figurinhas pra eu tentar também! bjocassss

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s