Dicas da Sonia: Elogio da Madrasta

Que falta eu senti de escrever no blog!!! Embora minha cabeça estivesse cheia de histórias, causos e possíveis temas para o próximo post, o tempo simplesmente passou como um raio e eu acabei me dedicando a outras coisas sem perceber. Fora uns acontecimentos chatos, que agora eu percebo, travaram minhas ideias, mas isso fica para um próximo post.

Agora vamos ao que interessa. Muitos sabem da minha paixão pela leitura. Em homenagem a esse amor eu vou inaugurar uma área no blog: Dicas da Sonia.

Eu sempre tive uma certa preguiça de procurar livros (vamos combinar que poucos são os lugares como a Livraria Cultura que tem excelentes e atenciosos profissionais), mas num dado momento da vida eu tive a sorte de ter em meu caminho uma pessoa porreta de boa para indicar livros e também filmes, a lista é enorme e continua aumentando.

Sempre que o post for “Dicas da Sonia” estarei falando de algum livro. Assim podemos trocar figurinhas e outras indicações. Aliás, esse é meu verdadeiro interesse, ampliar minha lista mais ainda… rs.

O escolhido de hoje, que por incrível que pareça não foi dica da Sonia propriamente dita, é um livro do Mario Vargas Llosa (escritor peruano e prêmio Nobel de literatura), chamado Elogio da Madrasta que eu acabei de ler:

Esse foi o segundo livro que li do Mario Vargas Llosa, o primeiro foi Travessuras da Menina Má (excelente também). O livro tem cerca de 160 páginas e foi escrito em 1988, embora editado em 2009. A história se passa em torno de três personagens: dona Lucrécia que acabou de completar 40 anos e está no auge da sensualidade e da sexualidade, recentemente casada com don Rigoberto que tem um filho do primeiro casamento chamado Alfonsito. Inicialmente o maior medo de dona Lucrécia era não ser aceita por Alfonsito, criança inocente e pura que era muito ligada à mãe que morreu, porém ela engana-se justamente quando completa 40 anos e passa a ter uma forte ligação com o menino.

Gostei do livro porque é um conto erótico sem ser vulgar, detalha de maneira poética cada pequena cena (tive que voltar algumas vezes para reler frases). Também faz conexão entre o que se passa na intimidade de don Rigoberto e dona Lucrécia, com a mitologia grega e personagens históricos. O destaque fica para a rotina diária de higiene pessoal de don Rigoberto trancado em seu banheiro, detalhadamente explicativa e hilária. Houve momentos em que eu achei que não fosse gostar, porque apesar de curto é um tanto cansativo, mas me entreguei à maneira poética da escrita cheia de fantasia e sexo. Foi bom ler algo diferente do comum, além do que eu tinha que saber como acabava, e posso garantir que tem o final surpreendente e que se esclarece praticamente nas últimas linhas. Não é um livro para ser devorado, mas sugiro a experiência que renderá fortes emoções.

Se ler me conta o que achou.

Deleite-se com a leitura!

Anúncios
Esse post foi publicado em Dicas da Sonia. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Dicas da Sonia: Elogio da Madrasta

  1. Ana disse:

    Oi Tati, ainda nao li nada de Vargas Llosa, gostei do teu relato sobre o livro dele.

    • Ana, obrigada! Se quiser começar a ler esse escritor eu sugiro que leia Travessuras da Menina Má (The Bad Girl: A Novel), que tem muitas reviravoltas e uma história de amor que te faz adorar e odiar a personagem principal. Ele é de ficção, mas no fundo é um pouco autobiográfico (segundo os conhecedores). Falando nele até deu vontade de ler de novo. O autor tem uma pegada sensual nesse livro que não vemos geralmente em romances. Beijos e obrigada pela visita! Adorei!

  2. Recebi uma indicação de uma amiga, disse que era ótimo e que parecia com um filme que eu assisti chamado “Os Inocentes”, com a Déborah Kerr. Sempre ouvi falar super bem do Vargas Llosa, inclusive me indicaram o “Travessuras da Menina Má”. Li o livro, ou melhor, devorei o livro em dois dias… é pequeno, apenas 179 páginas e tem uma narrativa incrível (e bem erótica, né?). E a gente fica meio incomodado, afinal, é uma criança se relacionando com uma mulher de 40 anos! Pô! O final, de fato, é surpreendente… como diria um amigo, digno das histórias do Nelson Rodrigues… Enfim, parabéns pelo blog, pelo texto e pela dica. Abrçs!

    • Tati Ferreira disse:

      Olaaaa. Vou querer ver esse filme agora que citou.
      Travessuras da Menina Má é EXCELENTE, ÓTIMO, não deixe de ler.
      Obrigada pelo comentário e parabéns pelo seu blog também ;)
      Bjs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s